Por que investir em Links Patrocinados?

O Link Patrocinado é um formato de anúncio publicitário veiculado na internet. Eles normalmente são de tamanho pequeno, postados em sites de busca, como o Google, com seu sistema de publicidade Adwords, ou em sua rede de parceiros Adsense.

Atualmente, os Links Patrocinados são a forma mais ágil de se anunciar e gerar visitantes no comércio eletrônico. O seu principal benefício para empresas é que os links permitem que sua companhia ocupe lugar de destaque nos sites de busca e redes de conteúdo.

A dissipação do serviço de Links Patrocinados nos principais buscadores da internet reflete no contato direto dos consumidores que estão interessados em determinado produto ou serviço. Outra vantagem deste tipo de serviço está ligada a maneira rápida, prática e abrangente de prospectar o público. Hoje, já é possível acompanhar os resultados em tempo real.

Existem quatro etapas para uma empresa começar a investir em Links Patrocinados. A primeira delas é se inscrever em um fornecedor de links patrocinados e disponibilizar as informações cadastrais. A segunda parte é escolher as palavras-chave adequadas ao empreendimento e que auxiliarão no posicionamento nos sites de busca. O próximo passo é escrever os anúncios, de no máximo de 250 caracteres. Eles serão um importante passo de contato com o leitor. E para finalizar, basta monitorar a desenvoltura e resultados da campanha. Este é o passo mais importante, pois, determina quais palavras-chave são o melhor custo-benefício de investimento para a empresa.

Vale lembrar que uma boa performance na campanha de Links Patrocinados exige grande conhecimento das ferramentas de monitoramento e experiência na escolha da estratégia correta. Por isso, existem hoje no mercado agências especializadas nesse tipo de campanha, que ajudam as marcas e empresas a aproveitarem todas as vantagens deste recurso. Se você se interessou por esse serviço, conte com a experiência da Media Factory, invista nessa ferramenta e torne a sua empresa ainda mais conhecida no ambiente online.

Fonte 1

Fonte 2

Fonte da imagem

Timeline do Facebook pode ser promissora para empresas

Ao que tudo indica, as mudanças estéticas criadas por Mark Zuckerberg podem ser muito positivas também para as empresas. Isso porque, a nova Timeline permite que a experiência de contato entre as marcas e seus usuários seja ainda mais interessante, além de possibilitar um relacionamento mais eficaz com o cliente.

Além de muito eficiente, a nova Timeline também é de fácil manuseio, a partir do novo método de controle chamado de “Admin Panel”. O segredo da página está em seu monitoramento, cada vez mais prático.

As notificações aparecem cada vez que a empresa for “marcada” na rede social, ou seja, é muito mais fácil reunir as interações não só para visualizar comentários, mas também para posicionar os clientes. A barrinha “manage” (ou administração) serve para a configuração básica, como restrições de idade ou país, moderar qual tipo de conteúdo pode ser publicado e quem pode publicar no perfil ou ainda marcar a sua empresa em alguma foto ou comentário. Conta, ainda, com a opção de “Build Audience”, ou “Construir Audiência”, na qual é possível avaliar as modificações recentes feitas na página.

Outra importante mudança é que, a partir de agora, as mensagens privadas podem ser enviadas com a página da empresa. Isso facilita no momento em que se tem que resolver um problema ou mesmo nas divulgações de promoções.

Para quem ainda tem dificuldade, há uma aba com ajuda e dicas chamada “tips painel”. Lá, o usuário encontra todas as dicas, passo a passo, para usar bem a rede.

Fonte

Fonte da imagem

Investimento em redes sociais é interessante para empresas

Atualmente, não se pode falar em comunicação e tecnologia sem falar ativamente em redes sociais. A internet, de uma maneira geral, tem se tornado cada vez mais importante na vida de qualquer cidadão, seja pelo lado pessoal ou profissional. No relacionamento das empresas com seus clientes, este aspecto não tem sido diferente.

As redes sociais hoje são o principal elo entre empresa e consumidor e seu principal canal de comunicação, não apenas na prospecção de novos clientes (leia mais sobre a importância do Marketing Digital), mas também para melhor atender as necessidades de seu público-alvo. Há diversos estudos que comprovam que as mídias sociais funcionam melhor que o SAC.

De acordo com um estudo com 302 empresas, realizado pelo Deloitte, no Brasil, cerca de 70% delas já utilizam as redes sociais como o principal serviço. A maior concentração de uso está na capital paulista, com 63%, seguida do Rio, com 7% e Minas, com 6%.

A pesquisa ainda revelou que o Facebook e redes sociais internas são as mais utilizadas pelas empresas, cerca de 81%. O Twitter, por sua vez, aparece em segundo lugar, com 79%.

O objetivo das redes sociais é juntar um grupo de pessoas que estejam interligadas por um ou mais fatores em comum, ou seja, áreas, informações, produtos, serviços e curiosidades em comum. Por isso, elas são tão vantajosas para a empresa.

Fonte do texto

Fonte da imagem

Fórum de Marketing Digital 2012 chega a Florianópolis

Com o objetivo de reunir grandes nomes do setor de Marketing Digital para debater tendências e estratégias, o Digitalks realizará o Fórum de Marketing Digital em Florianópolis, no próximo dia 12 de abril.

O evento acontecerá no CentroSul, Centro de Convenções de Florianópolis. A expectativa é que um grande número de profissionais de publicidade, marketing, comunicação e interessados aprimorem seus conhecimentos no setor, que está entre os que mais crescem no Brasil.

Entre os temas/palestrantes já confirmados, estão “Grupo de Negócios do Google – Como conectar-se a empresários internacionais”, Rodrigo Vale, GOOGLE; “Indicadores de Internet e como adaptar a comunicação ao consumo moderno de Mídia”, apresentado por diretores do IAB Brasil; “O poder do marketing 1 to 1 no marketing digital“, por Regina Garrido, ExactTarget; “E-commerce: Tendências mundiais que ajudarão a aumentar as vendas Digitais”, por João Kepler, Show de Ingressos; “Search: melhores práticas para conseguir resultados através dos buscadores”, por Tiago Luz, underDOGS; “Estratégias para criar um programa de afiliados rentável para seu negócio”, por Ricardo Sibanto, Rise Social Commerce; “Content Marketing: como usar o conteúdo para promover um produto ou serviço nos meios digitais”, por Rodrigo Tigre, Populis; e “Como fazer vender o monitoramento de uma marca”, por Diego Monteiro, SCUP. Além dessas palestras, você vai poder ouvir as dicas e experiências de Leandro Kenski, CIO da Media Factory, sobre “Marketing digital de performance”.

Segundo o diretor da Digitalks, Flávio Horta, em 2011, o Marketing Digital sofreu seu maior crescimento, atingindo cerca de R$ 3 bilhões movimentados em publicidade para internet.

Há descontos especiais para grupos de três pessoas ou mais. Os interessados devem enviar email para: inscricoes@digitalks.com.br.

Serviço:

Fórum de Marketing Digital Florianópolis

Data: 12 de abril de 2012

Investimento: R$ 239

Preço promocional: Até dia 12/04 por R$ 239 (em 3 vezes sem juros)

Site: http://digitalks.com.br/forum-marketing-digital-florianopolis/

Local: CentroSul – Sala SAMBAQUI 5 – Av. Gustavo Richard, 850 – Centro

Telefone: (11) 2533-1962

Fonte da imagem

Hackers faturam encontrando falhas em iPhone e outros serviços

Ao que tudo indica, apesar de ser cobiçado por muitos, o iPhone pode apresentar alguns problemas. O hacker denomidado como “Grugq” teria negociado com a Apple para mostrar e vender vulnerabilidades dos sistemas e aplicativos, ficando com 15% do valor da venda como comissão.

“Grugq” é também uma espécie de mediador entre outros hackers e agências e empresas que trabalham com o governo. As vulnerabilidades encontradas e comercializadas não são comunicadas às empresas que desenvolvem o software. Isso garante que a falha permaneça por mais tempo sem uma devida correção, o que viabiliza invasões em sistemas que utilizem os softwares.

As falhas encontradas em produtos da Apple e, principalmente, no iPhone são as mais caras do mercado. De acordo com um levantamento feito pela Forbes, problemas com o iPhone podem custar entre US$ 100 mil e US$ 250 mil, enquanto os do Adobe Reader, por exemplo, valem de US$ 5.000 a US$ 30.000.

Apesar de ser um serviço bastante requisitado, o comércio de vulnerabilidades do sistema é um tema polêmico entre os especialistas. O Google também é reconhecido por utilizar este tipo de recurso para encontrar falhas, enquanto a Microsoft se recusa.

Fonte

Fonte da imagem

Você sabe o que é e-mail marketing?

O e-mail marketing é uma ferramenta de marketing direto, ou seja, respeitando as normas e conceitos pré-definidos, é especializada para o relacionamento online com clientes e prospects.

O e-mail é, atualmente, a segunda maior ferramenta de comunicação digital do mundo, perdendo apenas para os sites. Por isso, são várias pesquisas que sustentam o conceito do e-mail marketing ser uma ferramenta extremamente eficiente, principalmente, se estiver veiculada ao ramo de marketing digital.

De acordo com um monitoramento de tráfego realizado pela Royal Pingdom, existem cerca de 3 bilhões de contas de email no mundo, pertencentes a, aproximadamente, 2 bilhões de pessoas – o que exemplifica que muitos usuários possuem mais de uma conta. Portanto, apesar de todos os benefícios criados pelas redes sociais, o e-mail continua sendo uma boa estratégia para divulgação e vendas, ficando a frente até dos links patrocinados.

O vice-presidente de inovação da Media Factory, Luíz Augusto Barros, explica um pouco do sucesso e maior interesse das pessoas e empresas neste recurso. “O boom dos sites de e-commerce, compras coletivas e outros relacionados fez com que as pessoas passassem a se acostumar com a quantidade de promoções disponíveis na internet e entender que existem, sim, grandes oportunidades chegando por e-mail todos os dias. O mercado de e-mail marketing entendeu essa evolução e, por isso, tem se inovado bastante.”, concluiu.

O que é preciso ter em mente é que, diferentemente do spam, o e-mail marketing pode ser concentido pelo cliente por meio do opt-in, quando ele mesmo opta por receber as mensagens, ou ainda de maneira mais implícita, caracterizado por uma relação evidente entre as partes.

Atualmente, existem duas formas de funcionamento do e-mail marketing. Uma delas é quando o cliente paga toda vez que o destinatário abre o e-mail, e outra se paga apenas quando o usuário abre e clica, indo para o site. A maneira mais efetiva do uso deste recurso fica retido ao interesse, funcionamento e tamanho da empresa. O conselho é que se estude a melhor estratégia para atingir o seu público-alvo.

A Media Factory é especializada na utilização e aplicação do e-mail marketing. Confira como funciona e como melhorar a sua relação com o cliente pelo link .

Para saber mais sobre e-mail marketing, leia o artigo de Luís Augusto Barros pelo link.

Fonte 1, Fonte 2, Fonte 3

Fonte da imagem

Os vídeos mais viralizados da internet

As redes sociais são formas de compartilhamento de informações, gostos e ideias entre usuários que compactuam da mesma opinião ou estilo. Atualmente, não é mais possível falar em comunicação ou marketing sem que o conceito de internet venha atrelado junto.

Com as redes sociais, nasceu uma nova maneira de interação na sociedade, já que, com apenas um clique, é possível acompanhar os principais acontecimentos, além de propor mudanças de comportamento.

Imerso neste contexto, está a criação de memes e a viralização de vídeos pelas pessoas. Um claro exemplo disto foi o mini documentário Kony 2012, da organização sem fins lucrativos Invisible Children, que em apenas 15 dias conseguiu mais de 100 milhões de acessos em prol de uma campanha humanitária.

Conheça a história de alguns dos vídeos que viralizaram, em um curto espaço de tempo, em decorrência das redes sociais.

Quem não se lembra da Susan Boyle? A cantora supreendeu os jurados do Britain’s Got Talent ao cantar a música ‘‘I Dreamed a Dream”. O resultado foi que, em apenas nove dias, o vídeo de Susan já tinha atingido os 100 milhões de visualizações. Outro hit da internet foi o lançamento da canção “Bad romance” da polêmica cantora Lady Gaga. O clipe ultrapassou os 100 milhões de cliques em pouco mais de duas semanas. Ainda no mundo musical, o lançamento do hit “Friday”, da cantora adolescente Rebecca Black, viralizou e se tornou mundialmente conhecido em 45 dias.

Mas, a internet permite qualquer tipo de viralização, entre elas, vídeos de comédia. Quem não se lembra do stand-up do comediante americano, Jeff Dunham, que apresentou ao mundo o boneco Achmed, um terrorista morto? Em apenas 165 dias, o vídeo tinha se tornado uma febre.

Em casos mais recentes, há o bebê Micah, de oito meses, gargalhando de seu pai rasgando papel. A viralização foi tanta que, posteriormente, o vídeo até acabou virando propaganda de um banco.

Na semana passada, o Brasil parou para dar atenção à família que cantava a música gospel “Para nossa alegria”.

Mais sucessos de viralização podem ser vistos pelo link

Fonte

Fonte da imagem

Por que investir em Marketing Digital?


O Marketing Digital pode ser compreendido como a estratégia de marketing aplicada na internet e nas plataformas digitais, com o objetivo de melhorar sua comunicação, divulgação e relacionamento nas redes sociais, além prospectar e conquistar novos clientes e comercializar novos produtos.

O fundamento básico do Marketing Digital é obter a mesma eficiência e eficácia do marketing tradicional, mas de forma potencializada, dinâmica e direcionada aos meios digitais. Para isso, baseia-se em sete principais focos de estudo e aplicação: Marketing de Conteúdo, Marketing nas Mídias Sociais, E-mail Marketing, Marketing Viral, Publicidade on-line, Pesquisa on-line e Monitoramento.

A explicação para a ascensão deste tipo de investimento está diretamente ligada ao crescimento do tempo gasto pelas pessoas nas redes sociais. Atualmente, não é possível que uma empresa tenha sucesso nas plataformas digitais sem que haja uma presença efetiva nas redes. Uma boa recomendação é criar um blog corporativo e participar do Facebook e Twitter, pois, a partir deles, a empresa consegue interações e segue os sete princípios propostos no Marketing Digital. Além disso, investimentos em social ads podem ser uma segmentação muito positiva à organização.

O CEO da Media Factory, Leandro Kenski, comentou em entrevista para a Revista Exame o porquê pode ser tão interessante para as empresas fazer este tipo de investimento. “Investir para que sua empresa apareça bem posicionada nos resultados dos buscadores continua sendo uma estratégia vencedora, pois é nessa hora que seus potenciais clientes estão efetivamente procurando pelo produto ou serviço que você oferece. Um plano para SEO (otimização para os buscadores) e links patrocinados podem ajudar. Boa parte da verba investida no Marketing Digital das empresas segue este caminho.”, explicou.

Como qualquer investimento em marketing, é muito importante que a empresa tenha bem claro os objetivos que queira alcançar com o investimento. Ainda segundo Kenski, independentemente das ações que a empresa adote, é sempre positivo planejar, executar, otimizar e garantir que tudo seja medido adequadamente, para o bom funcionamento do marketing digital.
Fonte

Fonte da imagem

Falha de segurança pode comprometer novo sistema iOS

Ao que tudo indica, a maneira como o Safari, navegador padrão do sistema móvel da Apple, abre os sites para o novo sistema do iOS pode gerar complicações para os seus usuários. Isso porque, se o navegador for manipulado da maneira correta, ele poderá abrir uma página falsa e mostrar, na barra de endereços, um site legítimo.

A falha foi descoberta pelo pesquisador David Viera-Kurz, que também criou um site falso para apontar o erro do sistema, a partir de uma página hospedada em seu próprio servidor, que é possível exibir o endereço apple.com.

A nova versão 5.1 do iOS foi lançada no início deste mês. A notificação feita por Viera-Kurz possibilita à Apple fazer as alterações necessárias.

O estudo ainda concluiu que os navegadores do Windows Phone e Android não são vulneráveis a este tipo de falha.

Fonte

Fonte da imagem

Google explica problema com spams em e-mails

O principal problema que um usuário de e-mail enfrenta é em relação aos spams que recebe em sua caixa de entrada. Pensando nisso, o Google anunciou, nesta semana, um novo filtro de spam para o Gmail.

A nova ferramenta terá a função de informar o usuário sobre os motivos que levaram uma mensagem a ser redirecionada para a pasta de spam.

Os usuários do Gmail podem identificar as mensagens marcadas como spam por meio do aviso em vermelho embaixo do remetente. As mensagens permanecem nessa pasta para que se tenha certeza de que se trata realmente de um spam e para que o usuário possa tomar suas providências.

Fonte do texto e imagem