Dados e-commerce – 1º semestre de 2009

O comércio eletrônico não pára de crescer, nesses primeiros 6 meses já foram faturados R$ 4,8 bilhões no e-commerce , crescimento 27% superior ao registrado no mesmo período do ano passado,  segundo a 20ª edição do WebShoppers, da consultoria e-bit.

O ticket médio também foi significativo nesse período, os consumidores que fizeram suas compras virtuais gastaram em média R$ 323 por compra.

faturamento do comercio eletronico no primeiro semestre de 2009

O alto índice do onfiança do consumidor no e-commerce é fruto da credibilidade oferecida por esse meio, que apresenta diversas condições de pagamentos, além da isenção do frete e mais comodidade por não ter que sair de casa e enfrentar os problemas característicos das grandes cidades.

evolução do faturamento do ecommerce no primeiro semestre de 2009

A categorias de produto preferida nesse primeiro semestre do e-commerce foi os Eletrodomésticos, devido ao efeitos da queda do IPI. A categoria representou 9% de participação nas vendas pela internet.

A campeã do ranking continua sendo a categoria Livros, Revistas e Assinaturas, seguida de Saúde, beleza e medicamentos e Informática, em terceiro. A quinta categoria mais vendida foi Eletrônicos, com 5% do total do volume transacional.

produtos mais vendidos no ecommerce no primeiro semestre de 2009

PREVISÃO DE CRESCIMENTO E-COMMERCE 2º SEMESTRE DE 2009

Só no 2° semestre de 2009, no período entre Julho e Dezembro, espera-se que as lojas virtuais atinjam R$ 5,7 bi em vendas de produtos pela rede, com expectativa de 28% de crescimento, com previsão de faturamento  para 2009 de 10,5 bilhões de Reais.

Essa expectativa de crescimento do e-commerce para o 2º semestre de 2009 se deve ao fato datas consideradas especiais para o varejo, como: Dia dos Pais, Dia das Crianças e Natal. Ações de marketing digital nessas épocas sazonais ajudam a alavancar as vendas.

faturamento do ecommerce para 2009

Fonte: WebShoppers

Os consumidores que fizeram
suas compras virtuais gastaram em média R$ 323 por compraOs consumidores que fizeramOs consumidores que fizeram
suas compras virtuais gastaram em média R$ 323 por compra.Os consumidores que fizeram
suas compras virtuais gastaram em média R$ 323 por compra.suas compras virtuais gastaram em média R$ 323 por compra
Anúncios
This entry was posted in Dados de internet Brasil by mediafactorydigital. Bookmark the permalink.

About mediafactorydigital

Sobre a Media Factory Com apenas três anos de atuação do mercado, a Media Factory, uma das pioneiras no conceito de marketing de performance, amplia sua operação e prevê crescimento recorde de 200% para 2011. Em 2010, a Media Factory uniu suas operações com o grupo europeu de marketing de performance Lead Media para intercâmbio global de conhecimento na área de marketing digital. A expectativa da empresa é atingir um faturamento de mais de US$25 milhões em 2011, com um time global de mais de 100 especialistas situados em Paris, São Paulo e Los Angeles. Atualmente, a empresa possui unidades operacionais rentáveis na Argentina, Espanha e México. A empresa, que é uma das pioneiras no conceito one stop shop, tem como clientes a rede de supermercados Wal Mart, Compra Fácil, Onodera, Digitalks, MoIP Pagamentos, GE Money e Vivo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s