Projeção do faturamento do comércio eletrônico para 2009

O comércio eletrônico no Brasil prevê para 2009 um faturamento de 10,5 bilhões de reais e cerca de 11,5 milhões de compradores online.

Esses dados foram divulgados na quarta, dia 30 de setembro de 2009, pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP) em conjunto com a Camara-e.net.

A projeção do comércio eletrônico para 2009 é de 4 milhões de novos consumidores, onde o valor médio das compras online no Brasil devem passar de 323 reais para 346 reais.

A classe C está cada vez mais presente na internet e a facilidade de crédito disponível  para compras via web são fatores importantes que ajudam nesse crescimento do comércio eletrônico. As promoções na internet também são mais atrativas e a facilidade de comprar sem sair de casa também são fatores que merecem destaque.

Esse estudo apontou também que a participação das pequenas empresas no comércio eletrônico ainda é pequena e segundo a superintendente de marketing da ACSP, Sandra Turchi, é fundamental que as pequenas e média empresas explorem a economia digital, que aproveitem esse momento para fazer negócios. A  meta esperada é que as pequenas e médias empresas ganhem espaço e cresçam entre 20% e 30% até 2010. Hoje 80% da renda obtida em comércio eletrônico é realizada pelas grandes empresas.

Mas é preciso inovar, planejar e realizar ações de marketing digital com foco, para atingir o consumidor certo no momento certo.

Fonte: IDG NOW!

This entry was posted in Dados e-commerce by mediafactorydigital. Bookmark the permalink.

About mediafactorydigital

Sobre a Media Factory Com apenas três anos de atuação do mercado, a Media Factory, uma das pioneiras no conceito de marketing de performance, amplia sua operação e prevê crescimento recorde de 200% para 2011. Em 2010, a Media Factory uniu suas operações com o grupo europeu de marketing de performance Lead Media para intercâmbio global de conhecimento na área de marketing digital. A expectativa da empresa é atingir um faturamento de mais de US$25 milhões em 2011, com um time global de mais de 100 especialistas situados em Paris, São Paulo e Los Angeles. Atualmente, a empresa possui unidades operacionais rentáveis na Argentina, Espanha e México. A empresa, que é uma das pioneiras no conceito one stop shop, tem como clientes a rede de supermercados Wal Mart, Compra Fácil, Onodera, Digitalks, MoIP Pagamentos, GE Money e Vivo.

4 thoughts on “Projeção do faturamento do comércio eletrônico para 2009

  1. Ainda que tímida a participação das MPEPS, a importância das micro e pequenas empresas para o comércio eletrônico são grandes. Principalmente com a entrada dessa nova classe de compradores na rede, hoje há cada vez mais espaço e necessidade de mais empresas estarem presentes no comércio eletrônico. A diversidade de produtos oferecidos facilita o primeiro contato das pessoas que estão procurando na web um diferencial. A intenção de compra desses novos consumidores está atrelada a muita pesquisa e procura por ofertas e preços, logo o lojista que apresentar um produto diferenciado, de qualidade com preços e condições de pagamento favoráveis, estará inserido definitivamente no e-commerce.Conheça-nos pelo blog.tray.com.br ou pelo twitter.com.br/traysistemas.

  2. Não entendi apenas uma coisa. O número de consumidores é menor que a quantidade de grana?
    Será que os milhões não eram bilhões? Seilá! Achei meio estranho…
    Cada consumidor esta gastando menos de um real na média?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s