Facebook e Linked In mostram crescimento na Web

O Facebook pode ser considerado a rede social de maior sucesso já criada. O número de usuários gira em torno dos 500 milhões, e o grupo pretende duplicar esse número, alcançando 1 bilhão de pessoas registradas. Pelo menos é o que revela Mark Zuckerberg, o fundador da rede social, durante o festival de Cannes.

Zuckerberg disse inicialmente que não acreditava que a rede chegaria a esse patamar, no entanto disse que “isso está próximo de acontecer”. “É um processo que leva tempo. Provavelmente, não vamos conseguir isso em seis meses ou em um ano, mas de três a cinco anos”.

Para ele, o domínio do Facebook está quase completo, basta aumentar a sua presença nos países orientais. “Nós só estamos mal em quatro países, onde nós não lideramos”, disse ele se referindo à Coréia do Sul, China, Rússia e Japão. Em média, cada um desses países possui um milhão de usuários, muito baixo se compararmos com o número de habitantes e acessos a internet.

No que diz respeito ao processo de crescimento da rede, Zuckerberg revelou que, em média, o número de pessoas que aderem ao Facebook dobra a cada seis meses. E que o número de usuários, nesses países onde a rede não é muito conhecida, cresce à medida que crescem as sugestões de amigos que vivem no mesmo país. “Nós sabemos que os usuários de rede social só entram nela quando pessoas próximas aderem ao serviço”.

LinkedIn

Além do Facebook, outra rede que mostra a sua força de crescimento é o LinkedIn. Em apenas quatro meses a rede social conquistou mais de 10 milhões de usuários, chegando a marca de 70 milhões de perfis profissionais cadastrados no site.

Segundo o blog Geek, já foram cadastrados também mais de um milhão de perfis de empresas, utilizados para a construção de comunidades de funcionários e ex-funcionários, bem como para a divulgação de novas oportunidades de trabalho.

Pode-se atribuir grande parte desse crescimento ao interesse internacional, a maioria dos usuários da rede social já é exterior aos Estados Unidos, o que levou a empresa a abrir escritórios em diversos países onde têm sido constatado um grande crescimento, como na Holanda e na Índia.

Dado seu caráter profissional, o Linked In é bastante relutante na implementação de novas funcionalidades, mas nos últimos seis meses foram adicionados uma melhor integração com o Twitter, uma API aberta pra desenvolvedores, além de um plugin para o Microsoft Outlook. No entanto, ainda com as novas inserções, o conteúdo que circula na rede social ainda é o que lhe confere a sua grande valia.

This entry was posted in Dados de internet América Latina (LATAM) and tagged , , , by mediafactorydigital. Bookmark the permalink.

About mediafactorydigital

Sobre a Media Factory Com apenas três anos de atuação do mercado, a Media Factory, uma das pioneiras no conceito de marketing de performance, amplia sua operação e prevê crescimento recorde de 200% para 2011. Em 2010, a Media Factory uniu suas operações com o grupo europeu de marketing de performance Lead Media para intercâmbio global de conhecimento na área de marketing digital. A expectativa da empresa é atingir um faturamento de mais de US$25 milhões em 2011, com um time global de mais de 100 especialistas situados em Paris, São Paulo e Los Angeles. Atualmente, a empresa possui unidades operacionais rentáveis na Argentina, Espanha e México. A empresa, que é uma das pioneiras no conceito one stop shop, tem como clientes a rede de supermercados Wal Mart, Compra Fácil, Onodera, Digitalks, MoIP Pagamentos, GE Money e Vivo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s