Barack Obama diz não ao bullying via Facebook

Na última semana, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama e a primeira dama Michelle publicaram um vídeo exclusivo via Facebook sobre a conferência “White House Conference on Bullying Prevention”. A conferência presidencial aconteceu na última quinta-feira e apoiou principalmente a luta contra o bullying on-line.

Uma página oficial do evento foi criada no Facebook para que os usuários pudessem interagir e participar ao vivo da discussão. A principal missão é fazer com que o bullying deixe de ser considerado algo normal no decorrer da vida de uma criança ou adolescente e passe a ser evitado e combatido efetivamente.

No vídeo de divulgação, o presidente afirma que “este não é um problema que gera manchetes todos os dias, mas que afeta a cada jovem do país”. Michelle no entanto utilizou o exemplo de suas duas filhas, alegando que o bullying era considerado parte do desenvolvimento mas que Obama pretende alcançar o bullying existente entre a escola, o telefone e a vida dentro das próprias casas de cada um.

O cyber-bullying no Facebook tem sido uma preocupação para a Casa Branca, que já havia criado anteriormente a página StopBullying.gov. A própria rede social apoiou a causa e criou duas páginas: uma “Safety Page” e uma “Safety Centers” , ambas visam a prevenção dos pais e a ajuda aos jovens com a finalidade de controlar o conteúdo que eles visitam on-line, além daeducação respeito do cyber bullying e das ameaças emocionais que ele pode trazer.

Em outubro do ano passado, o presidente Obama já havia feito um vídeo apoiando a causa “It Gets Better”, um projeto que visa combater o bullying relacionado a jovens homossexuais. No vídeo, o presidente sugere o projeto como ajuda para os gays que sofrem de bullying em diversas situações de vida. Obama reforça o lema do projeto afirmando que “as coisas vão melhorar”, e incentiva os homossexuais a viverem em igualdade na sociedade.

Uma pesquisa realizada pela agência americana Crisp Thinking, especializada em análise de comportamento e segurança on-line, revelou que dentre as 15 milhões de contas criadas por crianças em plataformas de mensagens instantâneas, 5.6 milhões receberam mensagens de cyber bullying. A estimativa ainda pode ser considerada conservadoraconsiderando os números do National Crime Prevention Council (órgão nacional americano especializado na análise e prevenção ao crime), que alega que por volta de mais da metade dos adolescentes americanos sofre de cyber bullying. Os números do conselho revelam que 19.000 adolescentes tentaram o suicídio no ano passado.

O que você acha de utilizar a Internet como combate ao cyber bullying? Será que uma iniciativa governamental no Brasil diminuiria os problemas do país relacionados a essa causa?

Deixe seu comentário! 

FonteMashable


Anúncios
This entry was posted in Redes Sociais and tagged , , , , , , , by mediafactorydigital. Bookmark the permalink.

About mediafactorydigital

Sobre a Media Factory Com apenas três anos de atuação do mercado, a Media Factory, uma das pioneiras no conceito de marketing de performance, amplia sua operação e prevê crescimento recorde de 200% para 2011. Em 2010, a Media Factory uniu suas operações com o grupo europeu de marketing de performance Lead Media para intercâmbio global de conhecimento na área de marketing digital. A expectativa da empresa é atingir um faturamento de mais de US$25 milhões em 2011, com um time global de mais de 100 especialistas situados em Paris, São Paulo e Los Angeles. Atualmente, a empresa possui unidades operacionais rentáveis na Argentina, Espanha e México. A empresa, que é uma das pioneiras no conceito one stop shop, tem como clientes a rede de supermercados Wal Mart, Compra Fácil, Onodera, Digitalks, MoIP Pagamentos, GE Money e Vivo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s