Geração Y é cada vez mais volátil ao uso das mídias

Um estudo da Time Warner, conduzido pelo Innerscope Research, apontou que a Geração Y troca, em média, 27 vezes de mídia por hora, fora do ambiente de trabalho. Esse dado é superior ao dado registrado com os chamados “imigrantes digitais”, geração anterior que acompanhou a transição das mídias, e que mudava 17 vezes em 60 minutos.

Esses resultados servem de alerta para as marcas e empresas: os integrantes da geração Y se mostram cada vez mais voláteis e, por isso, é necessário que elas se adequem a um público cada vez mais segmentado, exigente e menos fiel às mídias.

Uma das possíveis soluções para esta situação inconstante é cercar o consumidor, ou seja, direcionar comerciais e ações que façam com que o público permaneça no mesmo conteúdo.

Fonte

Fonte da imagem

Anúncios

Entenda o que é Media Buying

Tornar uma empresa conhecida não é algo tão simples. Afinal, não basta sair por aí anunciando sua marca ou produto em qualquer mídia, de forma abrangente, sem estudar ou entender o que cada uma oferece e se esta atende as suas necessidades. No mundo online, isso fica ainda mais difícil, uma vez que as formas de mídia são diversas e podem atingir públicos específicos.

Media Buying é, basicamente, a busca de espaços publicitários em portais, visando atingir o público alvo que se busca e oferecer melhores preços. A partir do serviço de mídia online, é possível fortificar o relacionamento com os principais portais.

Além disso, o serviço de mídia online garante presença em locais privilegiados e inclui planejamento e medição da performance das ações.

Vale lembrar que a campanha de mídia online pode ser feita sob medida de acordo com as necessidades específicas de cada cliente, o que possibilita maior eficiência, acesso a um público altamente qualificado e um resultado positivo.

A Media Factory visa atingir o melhor retorno sobre o investimento de seu cliente e, por isso, oferece planejamento e gerenciamento das campanhas no universo de sites, portais, redes sociais, redes de sites, entre outros, adquirindo as melhores posições para seu negócio. Outra vantagem é a maior segmentação, já que é possível definir em quais portais anunciar, de acordo com o produto e interesse do cliente.

Fonte

Fonte da imagem

Você sabe como sincronizar o Instagram com o Google+?

Após a compra milionária do Instagram pelo Facebook, a rede social de compartilhamento de fotos caiu no gosto popular e passou a ser muito mais requisitada.

Já é possível utilizar o Instagram por meio de aplicativos para iPhones, Androids e até pelo Google+. Para sincronizá-lo à rede do Google, é necessário possuir o Dropbox e o Picasa, que estão disponíveis para Windows, Mac OS e Linux.

Para iniciar a sincronização das redes, comece instalando o Dropbox no seu computador. Ele é necessário, pois compartilha arquivos na nuvem. Caso você já o possua, use o mesmo login e senha. A continuidade se dá baixando o Picasa, que organiza as fotos. Caso você use o Linux, será preciso que instale também o Wine 1.3 ou superior e usar o winetools para instalar os bits do IE6 e obter o Oauth.

Após instalar os programas, é só acessar o Instadrop e configurar seu Instagram para sincronizar com o Dropbox. Para isso, basta seguir o passo a passo sugerido. A finalização do processo se dá com a configuração do Picasa. Adicione o aplicativo a seu Dropbox, localize o diretório de fotos Instagram (se ele não estiver aparecendo, basta enviar uma foto para o programa criar) e marque para “Verificar sempre”.

Para finalizar, no canto superior direito, haverá um local para entrar na sua conta Google. Faça o login e veja se a opção Sync para web na pasta de fotos do Instagram está marcada. Abra a página do Google+, verifique se o álbum Instagram está configurado para ser compartilhado e divirta-se!

Fonte

Fonte da imagem

Falha de segurança pode comprometer novo sistema iOS

Ao que tudo indica, a maneira como o Safari, navegador padrão do sistema móvel da Apple, abre os sites para o novo sistema do iOS pode gerar complicações para os seus usuários. Isso porque, se o navegador for manipulado da maneira correta, ele poderá abrir uma página falsa e mostrar, na barra de endereços, um site legítimo.

A falha foi descoberta pelo pesquisador David Viera-Kurz, que também criou um site falso para apontar o erro do sistema, a partir de uma página hospedada em seu próprio servidor, que é possível exibir o endereço apple.com.

A nova versão 5.1 do iOS foi lançada no início deste mês. A notificação feita por Viera-Kurz possibilita à Apple fazer as alterações necessárias.

O estudo ainda concluiu que os navegadores do Windows Phone e Android não são vulneráveis a este tipo de falha.

Fonte

Fonte da imagem

Chrome se torna navegador líder pela primeira vez

O navegador Chrome, do Google, atingiu o posto de navegador mais acessado pela primeira vez, no último domingo (18), segundo dados divulgados pelo grupo StatCounter. Este é um marco na história da internet. Apesar de ter sido por apenas um dia, o navegador conseguiu superar o tradicional Internet Explorer, da Microsoft.

O Chrome teve o seu ápice com uso de 32,7%, enquanto o Internet Explorer teve participação de 32,5%. No dia seguinte, a situação já havia se “normalizado”, e o navegador da Microsoft voltou a possuir 35%, em comparação aos 30% do Google. Em termos mensais, a participação do Chrome subiu para 31%, em março, ante os 17% de crescimento referente ao mesmo período do ano passado.

Ainda não é possível determinar se o Chrome irá superar os outros navegadores, mas, com certeza, é possível prever seu crescimento gradativo e constante. A StatCounter diz que suas estatísticas são baseadas em dados coletados em uma amostra superior a 15 bilhões de “page views” por mês, a partir de uma rede de 3 milhões de sites.

Fonte

TSE proíbe campanhas eleitorais via Twitter antes de 5 de julho

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) definiu, no começo deste mês, que os candidatos às eleições municipais de 2012 estão proibidos de fazer qualquer tipo de divulgação de campanha por meio do Twitter antes do dia 5 de julho.

Essa medida foi tomada em decorrência de um recurso solicitado pelo, na época, candidato à vice-presidência da república, Índio da Costa (PSD), que foi multado em R$ 5 mil, após anunciar em 2010 que concorreria ao cargo, e por pedir votos para José Serra (PSDB), líder de sua chapa na campanha, antes do período autorizado pelo TSE. Costa foi multado após decisão de que o microblog é também um meio de comunicação para divulgação de campanha.

A partir desta eleição, a Justiça Eleitoral vai fiscalizar o comportamento dos candidatos no Twitter, passando a coibir irregularidades, nos mesmos moldes que são feitos quando tais infrações acontecem na TV, rádio, revistas e jornais. Para o candidato que não seguir as novas regras, as multas variam entre R$ 5 mil e R$ 25 mil.

Esta é a primeira vez que o TSE toma uma decisão sobre manifestações políticas de candidatos através do Twitter.

Fonte

Fonte da imagem

Número de usuários no Pinterest cresce mais de 2700% desde 2011

Um estudo conduzido pelo site Daily Infographic revelou que o Pinterest teve um crescimento de 2702,2% em número de visitantes desde maio de 2011, quando foi criado. Ainda de acordo com a pesquisa, os internautas tem entre 25 e 34 anos.

Os usuários do Pinterest passam mais tempo na página (cerca de 15, 8 minutos) do que na rede criada por Mark Zuckerberg (12 minutos). Outro fator relevante sobre o uso da rede é que o percentual dos usuários que migram para outras páginas graças ao Pinterest é bem grande: são 3,6%, mais do que Youtube (1%), Google+ (0,22%) e LinkedIn(0,22%) juntos, por exemplo.

Uma curiosidade sobre o Pinterest é que 70% dos usuários da rede social são mulheres, o que faz com que seus assuntos de maior destaque sejam roupas, comida e textos motivacionas.

Ao que tudo indica, a nova rede social tem agradado bastante internautas e curiosos. Uma previsão é que o Pinterest ultrapasse o Google+ e se torne um concorrente interessante para o Facebook.

Fonte