Pinterest em números – saiba mais sobre o crescimento e funcionamento da rede

O Pinterest é uma rede social baseada no compartilhamento de imagens. Com pouco tempo de vida, se tornou uma das mais influentes redes sociais e a mais requisitada pelos usuários. Com um crescimento gradativo, a previsão é que, ainda neste ano, o compartilhamentos atinja boa parte dos apreciadores das redes sociais.

A especialista em redes sociais da DigitalMe, Vivian Vianna Leal, faz um balanço sobre o surgimento, impacto e disseminação da rede.

“Com mais de 15 milhões de visitantes únicos, o Pinterest conseguiu, em apenas dois anos de existência, estar entre os 30 sites mais visitados nos EUA.

No Brasil, o crescimento acompanha o mesmo ritmo e, entre o final de 2011 e o início de 2012, a rede social explodiu no país e vem conquistando milhares de adeptos. Diversas marcas pegam carona nessa onda e aproveitam o sucesso da rede social do momento para inseri-la em suas estratégias de marketing digital.

O Pinterest já é o quinto site de bookmarking mais popular (atrás apenas de Twitter, Digg, StumbleUpon e Reddit), além de ter altíssimo grau de engajamento e de viralização – grande parte das imagens postadas são compartilhadas centenas de vezes e mais de 80% das imagens postadas são repins.

O resultado aparece tanto para marcas com foco em branding e relacionamento, que apostam no engajamento do público por meio da divulgação de imagens que ajudam a construir um conceito, quanto para os e-commerces, que já adaptam o conteúdo de seus sites para serem postados automaticamente no Pinterest, inclusive com o preço dos produtos, por meio do botão de compartilhamento da rede social.

Um fato, porém, não há como negar. Apesar da participação de alguns homens, com imagens de design, paisagens e mulheres, a maior parte dos usuários do Pinterest é do sexo feminino, chegando a 70% dos usuários cadastrados. Isso justifica a grande popularidade de imagens ligadas à moda, decoração, produtos de consumo e gastronomia, assuntos populares entre as mulheres.”

Anúncios

Aprenda, passo a passo, como monitorar as redes pelo Google Analytics

Muito mais importante do que fazer parte de uma rede social é saber monitorá-la. Fazer a análise de tráfego do Facebook, Twitter e Google+ pode ser muito simples, por meio da ferramenta Google Analytics.

A primeira etapa é se cadastrar no Google Analytics, isso pode ser feito da sua própria conta do Gmail (basta acessá-la e depois clicar na ferramenta). O próximo passo é saber calcular quantas visitas se recebeu. Para isso, vá até a sessão “Fontes de Tráfego”, selecione “Fontes” e depois “Todo o Tráfego”. A partir deste recurso, você poderá contabilizar a lista de todos os sites que redirecionaram internautas para a sua página.

O passo seguinte é identificar as redes sociais presentes na lista. Os termos “twitter.com”, “t.co”, “hootsuite”, “tweetdeck” e “bit.ly”, por exemplo, se referem ao Twitter. Após isso, crie um “grupo de tráfego”. (Clique nas opções avançadas do Google Analytics e em “Novo Segmento Personalizado”).

Você pode fazer quantas listas quiser, de acordo com os seus visitantes e com as redes sociais com as quais sua empresa trabalha (Google+, LinkeIn, Delicious, Youtube, Flickr, MySpace, Tumblr e outros).

Lembrando que o serviço é disponibilizado gratuitamente para os usuários, no entanto, com uma equipe especializada, que cria relatórios e possui maior experiência com a ferramenta, é possível aproveitá-la muito mais e otimizar as campanhas.
A Media Factory possui vasta experiência com o Google Analytics. Para maiores informações, acesse: http://www.mediafactory.com.br/2010/?p=185

Fonte

Número de usuários no Pinterest cresce mais de 2700% desde 2011

Um estudo conduzido pelo site Daily Infographic revelou que o Pinterest teve um crescimento de 2702,2% em número de visitantes desde maio de 2011, quando foi criado. Ainda de acordo com a pesquisa, os internautas tem entre 25 e 34 anos.

Os usuários do Pinterest passam mais tempo na página (cerca de 15, 8 minutos) do que na rede criada por Mark Zuckerberg (12 minutos). Outro fator relevante sobre o uso da rede é que o percentual dos usuários que migram para outras páginas graças ao Pinterest é bem grande: são 3,6%, mais do que Youtube (1%), Google+ (0,22%) e LinkedIn(0,22%) juntos, por exemplo.

Uma curiosidade sobre o Pinterest é que 70% dos usuários da rede social são mulheres, o que faz com que seus assuntos de maior destaque sejam roupas, comida e textos motivacionas.

Ao que tudo indica, a nova rede social tem agradado bastante internautas e curiosos. Uma previsão é que o Pinterest ultrapasse o Google+ e se torne um concorrente interessante para o Facebook.

Fonte